segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

seja Feliz !

"Não é possível definir o amor com palavras,

mas eu posso dizer que amar

inclui um desejo sincero de que o outro seja 

Feliz !

Sri Prem Baba.

Baby, baby, baby. Nem baby !!!

É errado pensar que o amor
provém de longa convivencia e de uma corte perseverante
O amor é a consequência de uma afinidade espiritual, e, a não ser que essa afinidade se demonstre num instante, jamais será criada em anos ou mesmo em gerações.

Khalil Gibran

domingo, 20 de dezembro de 2015

black and white foto (Air supply) Goodbye

Poesia que cabe
em momentos de amor,
de alegria, 
incerteza e dor.
Ser como o vento
e deixar o riso.
Seguindo...

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Gestos

Nada em mim foi covarde, nem mesmo as desistências: desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem.


Desapego e Paz - Caio F. Abreu

Nessa estrada quero achar gente, doce, límpida,
verdadeira e disposta.
Quero topar com luz, desapego e paz."...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Solução

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. 
Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado
os momentos que já se acabaram.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. 
Deixar ir embora. 

Soltar
. Desprender-se..."

____((Glória Hurtado))____

DOM DE AMOR


Amar demais! Que alma fosse amar
O escuro da noite morta...
Amar demais! Que vivo a amargurar
No silêncio em que me conforta...

Amar as penumbras que me suporta,
As convulsas dores no perdurar
Dos anoiteceres imensos, o luar
Que nem casto bateu a minha porta.

Sinto! Amo! Mas o que sinto e amo
São os confortos do meu engano,
São os fantasmas quais eu converso...

Amar que do meu peito é espanto!
Silêncio, luar, amargura é o que canto
De amor, que me deu a dom o verso!...

Dolandmay Walter
A vida é um presente, e desfrutá-la com leveza, inteligência
e tolerância é a melhor forma de agradecer
– aliás, a única."
Martha Medeiros

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Destino

Quase sem tempo
Incerta esperança,
Num dolorido coração.
Portas fechadas
Não vê solução!
Contra dias que passam,
E o impossível anunciado
De dias nublados
Nuvens no olhar
Que o tempo  escurece.
É um vazio, a  saudade
Sem fim, o endereço
Infinito traçado!