quarta-feira, 31 de maio de 2017

terça-feira, 30 de maio de 2017

Confesso



houve um tempo, quem diria,
vento, chuva, ventania
acuavam os meus saltos
nos porões do pensamento
inquietas, as nuvens da manhã
na vigília das coisas dormentes
corria pelo meu céu inteiro, todinho
vasculhando os cantos
catando as folhas das falhas
deitando rastros e fachos
da poeira do julgamento
que, dementada, importava.
houve um lugar, quem queria
vulto, sombras, sesmarias
esparramadas pelo planalto
nos sotões do firmamento,
açoitando os encantos,
 minando molhos das, malhas,
apagando digitais,frutas e cachos;,
sinto  o que alguém sente,
o estar com voce, sozinhos
se eternizando em efêmero momento.

(Lena Ferreira/Gustavo Drummond)

sábado, 27 de maio de 2017

A procura



" Não quero alguém que morra de amor por mim. Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim... Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível. E que esse momento será inesquecível. Só quero que meu sentimento seja valorizado. Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre.
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou... "

(Mário Quintana)

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Pagão


----------------------------------------------------------


A vida segue-me andando
Sem que o destino possa-me compor...
Qual sol? Qual luar? Ando
Sem saber onde encontrar o amor...

Qual chorar? Qual mágoa? Pecando
As sombras desse caminho... Nem dor
A mimh’alma desdenhando
Possa-me servir qualquer vigor...

Lágrimas encontram-me à cadência...
Qual sofrer? S’em nada pensa
A esse falsando que ninguém viu...

A essa vida, eu respondo:
Vai andando... e cantando... compondo
A encontrar quem lhe sorriu!...

Dolandmay Walter

terça-feira, 23 de maio de 2017

até pensei... Lonely is the night (air supply)



A água inteira do mar não pode afundar uma embarcação, a menos que ela invada o seu interior. Da mesma forma, a negatividade do mundo não pode te derrubar... a menos que você permita que ela permaneça dentro de você.

domingo, 21 de maio de 2017

Aos pedaços ?

Como posso escrever o que sinto,
se o que sinto,
não mais me pertence ?
Meus poemas,
são feridas mal curadas;
Palavras caladas;
Solidão em devaneio,
que carrega pedaços de mim.

__ Bruno de Paula