quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Amores simples, amores loucos, amores sem esperança, amores grotescos – isso sem falar no meu, que competia em todas as categorias." (Luis Fernando Veríssimo - A Décima Segunda Noit&e)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016


Não escreverei de saudades
como algo triste
pois guardo comigo
tudo aquilo que necessito
para sonhar
e ter na lembrança
os bons tempos idos...
Saudades, meu amor, é coisa boa.
Só sentimos falta 
do que nos tocou
verdadeiramente a alma.
Reggina Moon

Senhor,
No exato instante que a chuva
toca a terra,

são dos teus olhos que escorrem,
adubando de amor
o chão dos sofrimentos...
A tua palavra faz amanhecer,
e as tuas mãos nos guiam pela madrugada...
Não teremos medo,
diante da tua imagem
que nos sorri, simplesmente,
todos os dias.
Sabemos que nos ama,
incondicionalmente,
e és guardião
sem nada esperar em troca...
Reggina Moon

sábado, 3 de setembro de 2016

tua vida mesquinha



Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria a vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces.
Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

(Cora Coralina)