sábado, 30 de março de 2013

Imagine


true





(Verdadeiro) -
 É tão verdadeiro e engraçado como parece
sempre em tempo, mas nunca na direção certa para os sonhos
De pernas pro ar quando com o pé no chão
Este é o som da minha alma,
este é o som
Eu comprei uma passagem para o mundo,
mas agora eu voltei novamente
Porque eu tenho dificuldade para escrever o próximo verso?
Oh, eu quero que a verdade seja dita

Huh...

 Eu sei o quanto isso é verdadeiro
Eu sei o quanto isso é verdadeiro

Com uma emoção na minha cabeça e uma pílula em minha língua
dissolvo o nervosismo que acabou de começar
Fico ouvindo Marvin (a noite toda)
Este é o som da minha alma,
este é o som

Sempre escapando das minhas mãos,
a areia tem seu momento próprio
Leve seus braços à beira-mar e escreva o próximo verso
Oh, eu quero que a verdade a seja conhecida

Huh...
Eu sei o quanto isso é verdadeiro
Huh huh huh hu-uh huh
Eu sei o quanto isso é verdadeiro

Eu comprei uma passagem para o mundo,
mas agora eu voltei novamente
Porque eu tenho dificuldade para escrever o próximo verso?
Oh, eu quero que a verdade seja dita

eu sei o quanto isso é verdadeiro
sei o quanto isso é verdadeiro
O quanto isso é verdadeiro
Eu sei, eu sei, eu sei o quanto isso é verdadeiro.

sexta-feira, 29 de março de 2013

dói !


A verdade dói...mentiras pioram e o silêncio,
nem sempre é melhor resposta.
Ele também pode ser mal interpretado,
causando mágoas e abrindo feridas...
silenciosamente....

L.Primo

Amor de sempre !

 
Minha alma é um bolso onde guardo minhas memórias vivas. Memórias vivas são aquelas que continuam presentes no corpo. Uma vez lembradas, o corpo ri, chora, comove-se, dança...
"O que a memória amou fica eterno".
 [Adélia Prado]

Stranger In Moscow



I was wandering in the rain
Mask of life, feelin' insane
Swift and sudden fall from grace
Sunny days seem far away
Kremlin's shadow belittlin' me
Stalin's tomb won't let me be
On and on and on it came
Wish the rain would just let me be

How does it feel
(How does it feel)
How does it feel
How does it feel
When you're alone
And you're cold inside

Here abandoned in my fame
Armageddon of the brain
KGB was doggin' me
Take my name and just let me be
Then a begger boy called my name
Happy days will drown the pain
On and on and on it came
In the rain, and again, and again
Take my name and just let me be

How does it feel
(How does it feel)
How does it feel
How does it feel
(How does it feel)
How does it feel
(How does it feel now)
How does it feel
How does it feel
When you're alone
And you're cold inside

How does it feel
(How does it feel)
How does it feel
How does it feel
How does it feel
How does it feel
(How does it feel now)
How does it feel
How does it feel
When you're alone
And you're cold inside

Like a stranger in Moscow
(Lord I must say)
Like a stranger in Moscow
(Lord I must say)
We're talkin' danger
We're talkin' danger baby
Like a stranger in Moscow
We're talkin' danger
We're talkin' danger baby
Like a stranger in Moscow
I'm livin' lonely
I'm livin' lonely, baby
A stranger in Moscow

Eu estava vagando na chuva Máscara da vida, sentimento insanoVeloz e repentina queda de graça Dias ensolarados parecem distantes Sombra de Kremlin depreciando-me O túmulo de Stalin não me deixa ser. diante e adiante e adiante ele veio Queria que a chuva pudesse apenas me deixar ser
Qual a sensação Qual a sensaçãoQual a sensação Quando você esta sozinho E você esta frio por dentro
Aqui abandonado na minha fama Armagedom do cérebroKGB esteve me interrogando Pegue meu nome e me deixe apenas ser Então um menino pedinte chamou meu nome Dias felizes irão afogar a dor Adiante e adiante e adiante ele veio Na chuva, e novamente e novamente Pegue meu nome e me deixe apenas ser
Qual a sensação Qual a sensação Qual a sensação

 
Qual a sensação Qual a sensaçãoQual a sensação (Qual a sensação. agora) Qual a sensaçãoQual a sensação Quando você esta sozinho E você esta frio por dentro

Como um estranho em Moscou (Senhor eu preciso dizer) Como um estranho em Moscou (Senhor eu preciso dizer) Estamos conversando sob perigo Estamos conversando sob perigo baby

 Como um estranho em Moscou Eu estou vivendo solitário Eu estou vivendo solitário baby Um estranho em Moscou.
 
 (Interrogatório da KGB)''Por que você veio do Ocidente? Confesse!Para roubar as grandes realizações das pessoas



quinta-feira, 28 de março de 2013

 
NOITE DE PAZ

Dá-me, Senhor
Uma noite sem pensar
Dá-me Senhor
Uma noite bem comum
Uma só noite em que eu possa descansar
Sem esperança e sem sonho nenhum
Por uma só noite assim posso trocar
O que eu tiver de mais puro e mais sincero
Uma só noite de paz pra não lembrar
Que eu não devia esperar e ainda espero.

[Dolores Duran]

terça-feira, 26 de março de 2013

meu amor eterno

Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço; porque o amor é forte como a morte; o ciúme é cruel como o Seol; a sua chama é chama de fogo, verdadeira labareda do Senhor.
As muitas águas não podem apagar o amor, nem os rios afogá- lo. Se alguém oferecesse todos os bens de sua casa pelo amor, seria de todo desprezado.  Cantares 8.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Como menina-teimosa que sou,
ainda insisto em desentortar os caminhos.
Em construir castelos sem pensar nos ventos.
Em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim.
A manter meu buquê de sorrisos no rosto,
sem perder a vontade de antes."

Caio Fernando Abreu
Como menina-teimosa que sou,
ainda insisto em desentortar os caminhos.
Em construir castelos sem pensar nos ventos.
Em buscar verdades enquanto elas tentam fugi
r de mim.
A manter meu buquê de sorrisos no rosto,
sem perder a vontade de antes."

Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 18 de março de 2013

 
“Já aconteceu de eu quase chorar por ter tropeçado na rua,
 por uma coisa à-toa. 
É que, dependendo da dor que você traz dentro, 
dá mesmo vontade de aproveitar a ocasião para sentar no fio da calçada e chorar como se tivéssemos sofrido uma fratura exposta.” 
[Martha Medeiros]

domingo, 17 de março de 2013

quarta-feira, 13 de março de 2013

terça-feira, 12 de março de 2013

segunda-feira, 11 de março de 2013


Valorizo  o significado das pessoas  e nao  sua utilidade
A utilidade passa, o significado é para a vida inteira.
Alguns se sentem úteis demais e então permanecem estáticos
valorizando-se pelo que lhe atribuem como utilidade...
e choram...

domingo, 10 de março de 2013

...meus passos ...



E que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, 
mais esperanças nos meus passos do que tristeza nos meus ombros,  
mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça. 
Cora Coralina


Quero ficar só.
Gosto das pessoas.
Mas as vezes tenho essa
necessidade voraz de me
libertar de todos ...


(( Lygia Fagundes Telles ))

sábado, 9 de março de 2013


broken heart

 
Não importa se seu mundo tá caindo aos pedaços. 
Quando você começa a ter mais fé, 
de alguma maneira linda a vida dá um jeito de ficar melhor.
 
Caio Fernando Abreu

Importa ?



NÃO IMPORTA...

Não importa
a distância que hoje
nos separa...

Não importa
se o destino nos conduziu
por caminhos tão diferentes...

O amor que nos une
é tão puro e verdadeiro
que nossos corações
estarão eternamente ligados
por inquebrantável
elo de luz...

-Regina Azenha-                       
NÃO IMPORTA...

Não importa
a distância que hoje
nos separa...

Não importa
se o destino nos conduziu
por caminhos tão diferentes...

O amor que nos une
é tão puro e verdadeiro
que nossos corações
estarão eternamente ligados
por inquebrantável
elo de luz...

-Regina Azenha-

quinta-feira, 7 de março de 2013

Um doce lembrar...

Tem sido difícil não pensar em você,
Percorro lugares diferentes,
Conheço outros olhares
Perco-me em outros sorrisos...
Mas quando me distraio,
Lá vem você
Cutucando meus pensamentos...

(Dolce Barbara)
Então, não perca seu tempo comigo.

Eu não sou um corpo que você achou na noite.

Eu não sou uma boca que precisa ser beijada por outra qualquer.

Eu não preciso do seu dinheiro.

Muito menos do seu carro.

Mas, talvez, eu precise dos seus braços fortes.

Das suas mãos quentes.

Do seu colo pra eu me deitar.

Do seu conselho quando meu lado menina não souber o que fazer do meu futuro.

Eu não vou te pedir nada.

Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar.

Mas uma coisa, eu exijo.

Quando estiver comigo, seja todo você.

Corpo e alma.

Às vezes, mais alma.

Às vezes, mais corpo.

Mas, por favor, não me apareça pela metade.

Não me venha com falsas promessas.

Eu não me iludo com presentes caros.

Não, eu não estou à venda.

Eu não quero saber onde você mora.

Desde que você saiba o caminho da minha casa.

Eu não quero saber quanto você ganha.

Quero saber se ganha o dia quando está comigo..."


(Caio F. Abreu)
Então, não perca seu tempo comigo.
Eu não sou um corpo que você achou na noite.
Eu não sou uma boca que precisa ser beijada por outra qualquer.
Eu não preciso do seu dinheiro.
Muito menos do seu carro.
Mas, talvez, eu precise dos seus braços fortes.
Das suas mãos quentes.
Do seu colo pra eu me deitar.
Do seu conselho quando meu lado menina não souber o que fazer do meu futuro.
Eu não vou te pedir nada.
Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar.
Mas uma coisa, eu exijo.
Quando estiver comigo, seja todo você.
Corpo e alma.
Às vezes, mais alma.
Às vezes, mais corpo.
Mas, por favor, não me apareça pela metade.
Não me venha com falsas promessas.
Eu não me iludo com presentes caros.
Não, eu não estou à venda.
Eu não quero saber onde você mora.
Desde que você saiba o caminho da minha casa.
Eu não quero saber quanto você ganha.
Quero saber se ganha o dia quando está comigo..."

(Caio F. Abreu)

sexta-feira, 1 de março de 2013

ESTÁTICA DO TEMPO



E o relógio do tempo parou,
As minhas rugas mostram o que passei,
Cicatrizes que eu mesmo as curei,
E se perderam no tempo que passou...

Mas persiste o tempo ao seu tempo,
Estagnado, parado ao vento,
O silêncio é o seu passatempo,
Um grito mouco ao meu tormento.

Os ponteiros continuam intactos...
Travou-se de medo do espelho,
O reflexo do meu triste reverso.

Na ausência das horas, impactos...
Desbotam os tons vermelhos,
Emudecem todos os meus versos.

[Marco A. Alvarenga]